Como emagrecer cortando o jantar

Será que cortando o jantar do cardápio, emagrece mesmo? Alguns nutricionistas defendem este tipo de dieta enquanto outros são contra.

Sempre é bom lembrar que cada pessoa (organismo) é diferente do outro. O que pode ter ótimos resultados para algumas pessoas pode ser um desastre para outras.

Sempre recomendamos que você procure orientação de um profissional de saúde para ver qual dieta é mais adequada ao seu biótipo, seu estilo de vida e suas rotinas.

Afinal de contas o objetivo é emagrecer e permanecer saudável, não é mesmo?

Se você está querendo saber como funciona este tipo de dieta, podemos passar algumas informações que podem ser uteis.

Como funciona?

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos (universidade de Loma Linda – Califórnia) apresentou resultados positivos em relação a este tipo de dieta.

O estudo divulgado foi realizado com 50 mil pessoas (adultas) por um período de 7 anos.

O grupo que seguia este jejum de 13 horas apresentou maior perda de peso corporal em relação a outro grupo que seguia com as refeições principais mais os lanches.

Leia Também: Ketoboost Funciona

A conclusão relatada pela pesquisadora responsável é de que o jejum de 13 horas (aproximadamente) facilita a reiniciar o metabolismo auxiliando o organismo a queimar as calorias de forma mais eficiente.

Como fazer esta dieta?

Não seria possível você almoçar e depois só fazer sua próxima refeição no café da manhã do dia seguinte.

Por isso a dieta consiste em fazer sua última refeição no máximo até as 19h.

Esta refeição deve bem leve, um lanche por exemplo. Depois deste horário você só toma água se sentir sede.

Alguns nutricionistas recomendam que este horário vá recuando para 18h e 17h, se for possível, é claro.

Seu café da manhã pode ser feito a partir das 7h da manhã. Algumas pessoas afirmam que depois de mais ou menos 10 dias seu corpo se adapta a nova rotina e você perde peso rapidamente.

É bom lembrar que a dieta não faz milagres. Não adianta cortar o jantar e abusar nas outras refeições.

Alimente-se de forma saudável e moderada. Se possível, faça exercícios físicos, que também vai ajudar bastante.

Observação

Alguns nutricionistas alertam que quando a pessoa fica várias horas (como neste caso) sem comer, os níveis de glicose no sangue tendem a baixar muito e pode ocorrer fadiga, irritabilidade, tontura, dificuldade de concentração, enjoo, dores de cabeça e até mesmo desmaios.

Se você optar por esta dieta, preste atenção ao seu corpo e procure orientação de um profissional.